Agência Futebol Brasil
30/08/2018 16:09

Jackson Follmann, embaixador da Chapecoense, apresenta Arena Condá


Manhã fria e de muita neblina em Chapecó, típica dos dias de inverno no município do oeste catarinense. No interior da Arena Condá, a movimentação intensa dos funcionários pelos setores do estádio demonstra o quanto aquele dia 15 de agosto será importante para a Associação Chapecoense de Futebol. À noite, o clube decide uma vaga para as semifinais da Copa do Brasil contra o Corinthians. Como de praxe, o clima do torcedor nas arquibancadas verde e branca dispensará o uso de agasalhos. É a primeira vez que o Verdão do Oeste disputa essa etapa da competição mais democrática do calendário nacional.
Quem também comparece cedo à Arena Condá é o ex-goleiro Jackson Follmann. Embaixador da Chapecoense no mundo, Follmann aceitou o convite da CBF TV para mostrar, sob o seu olhar, o “Cantinho da Chape”, como o próprio, carinhosamente, define aquela que é a casa do clube.
Sobrevivente da tragédia com o voo 2933, que vitimou 71 pessoas e interrompeu a trajetória espetacular do time catarinense na Copa Sul-Americana de 2016, Jackson Follmann conhece muito bem cada área da Arena Condá. Lá, se acostumou a conviver com o ambiente de expectativa gerado em todos os envolvidos horas antes de a bola rolar para o espetáculo.
O frio não incomoda em nada o sorridente Follmann. A câmera muito menos. Desenvolto e empolgado com a tarefa, ele faz questão de opinar na escolha do roteiro. Para abrir o tour, o ex-jogador escolhe um lugar especial, sagrado, e até então o único inédito também para ele: o memorial construído em homenagem às vítimas do trágico acidente.
O passeio com o guia ilustre segue pelo gramado da arena, passa pelas arquibancadas, a zona mista, a sala de imprensa, a área administrativa, o vestiário, a academia e o departamento médico. No caminho, o encontro com Neto, companheiro de time e também sobrevivente do acidente de 2016. O zagueiro está em fase final de recuperação para voltar aos gramados.
A apresentação da Arena Condá termina no corredor de entrada das equipes ao estádio. Nas paredes, a trajetória do “time do inacreditável” é contada através de fotos emocionantes dos eternos ídolos.
No dia 15 de agosto de 2018, a Chapecoense perdeu por 1 a 0 para o Corinthians e não conquistou a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Ainda assim, a Arena Condá e os 12 mil torcedores presentes comungaram de mais uma noite única para a história do clube. Mais uma página escrita em verde e branco e ao som do uníssono e caloroso “Vamos, vamos, Chape!”.
A casa da Chapecoense foi um dos primeiros estádios do Brasil a receber a inovadora tecnologia do VAR (árbitro de vídeo), que estreou oficialmente no país nas quartas de final da Copa do Brasil.
Assista à integra do vídeo produzido pela CBF TV. Para sempre Chape!


https://www.cbf.com.br/cbf-tv/programa/cbf-filmes/jackson-follmann-embaixador-da-chapecoense-apresenta-arena-conda 

MAIS NOTÍCIAS

Agência Futebol Brasil
27/08/2018 18:50
Agência Futebol Brasil
27/08/2018 15:08
Agência Futebol Brasil
27/08/2018 15:06
Agência Futebol Brasil
25/08/2018 21:41

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos