Agronegócios
06/12/2018 11:59

IEA: valor da produção agropecuária paulista cai 2,8% em 2018, para R$ 74 bi


São Paulo, 06/12/2018 - A renda no campo no Estado de São Paulo deve totalizar pouco mais de R$ 74 bilhões em 2018, representando montante 2,81% menor do que o obtido no ano passado. Os dados fazem parte de levantamento preliminar do Valor da Produção Agropecuária (VPA), calculado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), instituição de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O resultado pode ser justificado pela redução de 8,14% no VPA da cana-de-açúcar.

Entre os dez primeiros produtos do ranking, apresentaram redução, além da cana-de-açúcar, os VPAs da laranja para indústria (-2,04%); os ovos de galinha (-4,76%); e o leite (-5,75%). A carne bovina se manteve praticamente estável (+0,15%); enquanto a carne de frango (1,8%).

A soja (21,72%), o milho (17,62%), o café beneficiado (23,05%) e a laranja de mesa (4,11%) oscilaram positivamente. Esses produtos representaram aproximadamente 83% do VPA total do Estado de São Paulo.

Dos cinco grupos de produtos considerados, apenas o de Grãos e Fibras apresentou crescimento do VPA (15,56%) com consequente aumento de sua participação no VPA total do Estado, que evoluiu de 9,5% para 11,3%, destacam os pesquisadores do IEA, José Roberto da Silva, Paulo José Coelho, Denise Viani Caser, Carlos Roberto Ferreira Bueno, Eder Pinatti e Carlos Nabil Ghobril.

O grupo que apresentou a maior queda de VPA em 2018 foi o das Frutas Frescas, 8,9%. Das 14 frutas consideradas, 6 apresentaram redução do VPA, sendo que a tangerina apresentou maior redução (-43,76%). Também oscilaram negativamente os VPAs do grupo de Olerícolas (-2,75%) e o de Produtos Animais (-0,86). Dos sete produtos que compõem esse grupo, três apresentaram redução de valor, o mel foi o que apresentou a maior queda (-23,55%).
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos