Agronegócios
12/04/2022 07:56

Café: técnicos da Conab estão no campo para segunda pesquisa sobre safra 2022


São Paulo, 12/04/2022 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) enviou técnicos ao campo para realização do 2° Levantamento da Safra de Café 2022, em fase inicial de colheita em algumas áreas de conilon (robusta). Ao todo, participam nove Estados produtores, informa a estatal em comunicado.

O primeiro a iniciar o trabalho de campo foi Espírito Santo, na última segunda-feira (4). Nos demais Estados produtores (Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Rondônia, Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e Mato Grosso) os técnicos iniciam a coleta de informações a partir desta semana. Eles vão coletar dados sobre as variáveis de clima, bienalidade da cultura, análises fitotécnicas, condições de crédito rural e perspectivas de mercado. Segundo a Conab, a previsão é que a pesquisa se encerre até o fim deste mês.

A companhia esclarece que, com exceção do Paraná, todos os Estados citados realizarão a pesquisa na modalidade presencial com visitas às propriedades rurais, cooperativas e outras entidades parceiras. No caso de São Paulo, segundo maior produtor de café arábica do País, serão visitadas cooperativas e entidades ligadas à cultura cafeeira principalmente das regiões de Franca, São João da Boa Vista, Espírito Santo do Pinhal, Garça, Marília, Tupã, Piraju e Jaú. O trabalho de campo em São Paulo começou ontem (11) e vai até 23 de abril.

A Conab destaca que os dados consolidados constarão no boletim do 2º Levantamento da Safra de Café 2022, que será divulgado no dia 19 de maio. Atualmente, a produção de café está estimada em 55,7 milhões de sacas, um acréscimo de 16,8% em comparação com 2021, conforme publicado pela Conab no primeiro levantamento da atual safra do grão.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: