Agronegócios
12/02/2019 10:37

Cana/Unica: com apenas 4 usinas, moagem soma 563 mil t na 2ª quinzena de janeiro


Ribeirão Preto, 12/02/2019 - Com apenas quatro usinas e destilarias em operação, o Centro-Sul do Brasil processou 563 mil toneladas de cana-de-açúcar na segunda quinzena de janeiro da safra 2018/2019. O volume é 33,90% maior que o total de 421 mil de toneladas moído em igual período da safra passada, informou há pouco a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). De acordo com a entidade, outras oito usinas processaram milho para produção de etanol na última metade do mês passado.

Com o resultado, nos dez meses do período atual, iniciado em 1º de abril, o processamento atingiu 563,398 milhões de toneladas, queda de 3,52% sobre igual intervalo da safra passada, quando foram processados 583,827 milhões de toneladas de cana.

Com 91,04% da oferta total de cana destinada ao etanol e apenas 8,96% ao açúcar, a fabricação do biocombustível somou 63 milhões de litros na segunda quinzena de janeiro, alta de 24,63% ante a oferta de igual período da safra passada de 48 milhões de litros. Na segunda metade do mês foram produzidos 44 milhões de litros de hidratado, queda de 62,37% sobre a oferta de igual período de 2018, e 40 milhões de litros de anidro. A mesma quinzena do ano passado teve como peculiaridade a transformação e 49 milhões de litros de anidro em hidratado para atender à demanda por esse tipo de etanol utilizado diretamente nos tanques.

No acumulado da safra 2018/2019, 30,29 bilhões de litros de etanol foram produzidos, aumento de 19,57% sobre igual período do ano passado. Do volume total de etanol fabricado até 1º de fevereiro, 21,103 bilhões de litros foram de hidratado, alta de 43,33%, e 9,186 bilhões de litros de anidro, recuo de 13,41% ante igual período da safra passada. A produção de etanol de milho foi de 50,799 milhões de litros na segunda quinzena de janeiro e totalizou 614,486 milhões de litros no ciclo 2018/2019, 56,82% superior aos 391,85 milhões de litros produzidos no acumulado da safra anterior, até o final de janeiro, informou a Unica.

A produção de açúcar foi de apenas 5 mil toneladas quinzena final de janeiro, alta de 41,22% sobre igual período de 2018, de 4 mil toneladas, e acumula 26,360 milhões de toneladas na safra, queda de 26,44% ante 2017/2018. O teor de sacarose na cana, medido na quantidade de Açúcar Total Recuperável por tonelada processada (ATR/t), foi de 111,36 quilos (kg) na segunda quinzena de janeiro, 1,66% inferior ao de igual período da safra passada. No acumulado da safra, o teor de sacarose está em 138,58 kg de ATR/t, alta de 0,90% sobre 2017/2018.

(Gustavo Porto - gustavo.porto@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos