Agronegócios
09/02/2018 11:58

Biosev/Chammas: condições de mercado atuais indicam que safra brasileira será máxima alcooleira


Ribeirão Preto, 9/2/2018 - O presidente da Biosev, Rui Chammas, afirmou há pouco, em teleconferência sobre o resultado da companhia no terceiro trimestre de 2017/2018 (3T18), que as condições de mercado atuais indicam que safra brasileira será "máxima alcooleira" possível em 2018/2019. A moagem da companhia deve começar em março. "Com o nível de preços atuais do açúcar, as companhias, em busca de rentabilidade, produzirão o máximo de etanol", disse.

Para Chammas, se o Brasil produzir o máximo de etanol possível poderá deixar de ofertar ao mercado importador entre 4,5 milhões e 5 milhões de toneladas de açúcar em 2018/2019. O executivo voltou a elogiar a política de preços da Petrobras com variações diárias nos preços da gasolina e afirmou que a ação, tomada no ano passado, ajuda a prever fluxos comerciais de etanol.

Com isso, o conselho da Biosev autorizou, segundo o presidente da companhia, o início de operações de hedge de vendas futuras de etanol baseado em commodities energéticas e no câmbio. (Gustavo Porto - gustavo.porto@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

MAIS NOTÍCIAS

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos