Agronegócios
27/09/2021 11:37

Cana/Unica: Centro-Sul processa 38,38 milhões de t na 1ª quinzena de setembro, queda anual de 14,09%


Por Augusto Decker

São Paulo, 27/09/2021 - As usinas produtoras de cana-de-açúcar do Centro-Sul processaram 38,38 milhões de toneladas na 1ª metade de setembro, com recuo de 14,09% sobre o volume apurado na mesma quinzena da safra 2020/2021 (44,67 milhões de toneladas). Os números fazem parte de levantamento da União da Indústria da cana-de-açúcar (Unica), divulgado hoje.

Segundo a Unica, em relação ao número de usinas em operação, 254 empresas registraram produção até dia 16 de setembro, em comparação com 261 unidades industriais em igual data do último ano. Nesta quinzena três unidades produtoras já encerraram a safra, destaca a entidade - no acumulado, cinco terminaram o ciclo 2021/22.

A qualidade da matéria-prima na 1ª quinzena de setembro, mensurada a partir da concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) por tonelada de cana-de-açúcar, registrou 155,01 kg por tonelada, com retração de 2,51% em relação aos 159,00 observados no ciclo passado.

Na primeira metade de setembro, 44,94% da cana-de-açúcar foi destinada à produção de açúcar, ante 47,34% registrados na mesma data de 2020. A produção do adoçante recuou em 20,48% na primeira quinzena e atingiu 2,548 milhões de toneladas fabricadas, ante 3,204 milhões de toneladas verificadas em igual período do ano anterior.

O volume fabricado de etanol alcançou 2,06 bilhões de litros na primeira quinzena de setembro. O etanol anidro mantém trajetória ascendente, com um aumento substancial de 17,81% na produção, atingindo 883 milhões de litros neste ano ante 750 milhões de litros fabricados no mesmo período de 2020. A produção de etanol hidratado registrou 1,18 bilhão de litros (-25,08%) na quinzena.

O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, afirma em comunicado da entidade que as companhias vêm priorizando a produção do anidro - tipo do biocombustível que é misturado à gasolina. "O volume fabricado na primeira quinzena de setembro deste ano só foi verificado na safra 2017/2018, quando a moagem de cana-de-açúcar era muito superior", declarou. Ele espera que a produção de anidro tenha avanço anual de mais de 500 milhões de litros nesta safra, mesmo com recuo de 14% esperado para a moagem de cana.

Contato: augusto.decker@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos