Agronegócios
12/01/2018 15:33

Milho/Cbot trabalha em queda após USDA elevar previsão de estoques globais e dos EUA


12/01/2018 - Os futuros do milho na Bolsa de Chicago (CBOT) passaram a cair nesta sexta-feira após o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) elevar a previsão de estoques globais e dos Estados Unidos para o grão. O USDA elevou de 2,437 bilhões para 2,477 bilhões de bushels a estimativa para os estoques finais do grão no país (61,9 milhões para 62,92 milhões de toneladas).

Já o trigo trabalha em forte queda após o USDA elevar sua estimativa de área de inverno para 32,6 milhões de acres (13,19 milhões de hectares). Analistas esperavam 31,4 milhões de acres (12,7 milhões de hectares). Na safra 2017/18, foram semeados 32,7 milhões de acres (13,2 milhões de hectares).

Já a soja virou e passou a subir. A agência elevou sua estimativa para os estoques finais dos Estados Unidos em 2017/18, de 445 milhões para 470 milhões de bushels (12,11 milhões para 12,79 milhões de toneladas). Além disso, o USDA reduziu sua estimativa para a produção da Argentina para 56 milhões de toneladas. Analistas esperavam que o número ficaria estável.

Há pouco, o vencimento março da soja ganhava 3,25 cents (0,35%), para US$ 9,4375 por bushel. Igual vencimento do milho perdia 1,50 cent(0,43%), para US$ 3,4725 por bushel. O trigo para março recuava 8,75 cents (2,02%), para US$ 4,2450. (Cristian Favaro, cristian.favaro@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos