Agronegócios
14/12/2020 11:54

Safra 2020/21: estiagem deve fazer Santa Catarina produzir 20% menos


São Paulo, 14/12/2020 - Sem chuvas regulares e no volume ideal, Santa Catarina deve colher em 2020/21 uma safra de grãos 20% menor, segundo a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc). Das 6,6 milhões de toneladas previstas, o Estado deve colher apenas 5,3 milhões. Conforme a entidade, o milho é a cultura mais prejudicada. As perdas alcançaram 35%, ou 1 milhão de toneladas. “Se tivermos mais chuvas em dezembro, janeiro e fevereiro, poderemos colher 1,8 milhão de toneladas das 2,8 milhões de t previstas para a safra. Porém, se a chuva não chegar, a quebra será maior”, disse, em nota o vice presidente da Faesc, Enori Barbieri. O Estado tem 330 mil hectares de área plantada e neste ano já importou 4,5 milhões de toneladas de milho para atender as agroindústrias.

“Certamente teremos que importar mais de 5 milhões de toneladas em 2021, especialmente do Paraguai, Argentina, Estados Unidos, além do milho safrinha vindo do Paraná e do Centro-Oeste", acrescentou Barbieri.

As perdas de produção do milho para silagem variam de 40% e 100% nas regiões mais atingidas pela estiagem - Extremo Oeste, Oeste e Meio Oeste. A área plantada no Estado é de 220 mil hectares e a colheita alcançou apenas 25% da silagem prevista. “Se a chuva continuar, ainda é possível replantar boa parte do milho e colher até 40 toneladas por hectare, o que nos garantiria uma safra melhor”, diz Barbieri.

A produção de soja foi 10% comprometida, segundo a Faesc. O plantio foi feito em outubro e novembro e finalizado em dezembro. "Apesar da germinação ruim ocasionada pela seca, as chuvas de dezembro garantiram a recomposição do plantio. Santa Catarina plantou 670 mil hectares e deve colher 2,5 milhões de toneladas."

Leite - A pecuária leiteira também foi afetada. "A falta de pastagem e o alto custo da ração à base de milho e soja prejudicaram produtores de leite no Estado. A atividade registrou a maior queda - 40% - e tirou a quarta posição de Santa Catarina do ranking nacional. A produção que era de 8 milhões de litros por dia foi reduzida para 5 milhões de litros por dia."
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos