Agronegócios
02/07/2021 08:41

ICL/Vasques: compra da Compass Minerals reforça a presença no Brasil e deve trazer crescimento robusto


Por Isadora Duarte

São Paulo, 02/07/2021 - Com a aquisição da Divisão Agrícola da Compass Minerals na América do Sul, a israelense ICL Group, de minerais e produtos químicos, quer expandir a atuação no Brasil. "A compra da Compass reforça a presença da ICL no País e integra a estratégia de investir em nutrição vegetal especializada com acesso ao mercado. O crescimento vai partir principalmente da integração dos portfólios de produtos, que tem se expandido tanto na área agrícola quanto na pecuária", disse o CEO para América do Sul, Gustavo Vasques, em entrevista à imprensa após o anúncio da transação. A conclusão do negócio, de aproximadamente US$ 420 milhões, foi anunciada pela subsidiária regional da ICL.

Sem citar números, Vasques disse esperar aumento "significativo" no mercado em geral, já que agricultores têm demandado mais produtos especiais e de maior eficiência nas lavouras. "Prevemos crescimento bastante robusto, já que nossos negócios vêm avançando ao longo dos anos, influenciado, em parte, pelos fatores alavancadores de mercado", comentou Vasques. Para o executivo, há espaço de incremento não somente no número de propriedades agrícolas, mas também na taxa de adoção dos insumos de nutrição vegetal especializada. "Os produtores estão cada vez mais exigentes em relação à eficiência e sustentabilidade das lavouras. Produtos de baixo volume e alto desempenho estão bastante alinhados com essa agenda", avaliou.

No ano passado, a receita da Compass Minerals no País foi de R$ 1,4 bilhão, enquanto a ICL global faturou US$ 5 bilhões em vendas. "Essa transação, junto à recente aquisição da Fertiláqua, posiciona a ICL como a empresa líder em nutrição e fisiologia de plantas especializada no Brasil, um dos mercados agrícolas de crescimento mais rápido do mundo", disse em nota o CEO global da ICL Group, Raviv Zoller. O portfólio adquirido inclui fertilizantes especiais, micronutrientes de solo e foliares, macronutrientes secundários, bioestimulantes, tratamentos de sementes, e adjuvantes. A ICL América do Sul terá acesso a mais de 32 mil propriedades agrícolas antes atendidas pela Compass em 25 dos 26 Estados brasileiros.

Agora como ICL América do Sul, a companhia afirmou que pretende reforçar os investimentos em inovação. A ICL Group aplica US$ 52 bilhões por ano em pesquisa e desenvolvimento. Na mesma área, a Compass aportou R$ 18 milhões no ano passado na operação brasileira. "Inovação foi um dos pontos que atraiu a ICL. Devemos esperar mais investimento nessa área. Vemos como um ponto fundamental da estratégia de crescimento e devemos intensificar a inovação no portfólio", disse Vasques. Segundo o executivo, aproximadamente 65% da receita da companhia na América Latina vem de produtos com no máximo cinco anos de lançamento.

Com a consolidação, a ICL América do Sul assume as seis plantas fabris que eram da Compass Minerals no País e um centro de inovação em Iracemápolis (SP). As fábricas estão localizadas em Mauá (SP), Suzano (SP) e Jacareí (SP). Na avaliação do executivo, o atual parque fabril tem capacidade de suprir o crescimento esperado pela empresa, não sendo necessário aporte em novas plantas no curto prazo. "Nos próximos anos, faremos mais investimentos para ampliar a capacidade fabril dentro dessas unidades", afirmou Vasques. Hoje, as principais culturas atendidas pela empresa no País são soja, café, algodão, cana-de-açúcar e milho.

Contato: isadora.duarte@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos