Agronegócios
25/11/2021 11:22

Grãos/PR: Deral eleva estimativa de produção de soja e milho verão em 2021/22


Por Isadora Duarte

São Paulo, 25/11/2021 - O Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura do Paraná, elevou a estimativa de produção de soja na safra 2021/22 em 180 mil toneladas, de 20,806 milhões de toneladas para 20,986 milhões de toneladas. Se confirmado, o volume será 6% maior ante a temporada passada, quando foram colhidos 19,769 milhões de toneladas. As estimativas são do relatório mensal de acompanhamento de safra do departamento, divulgado nesta quinta-feira. As lavouras de soja e milho 2021/22 estão sendo semeadas no Estado.

A área plantada com soja na temporada 2021/22 no Paraná também foi elevada pelo Deral, de 5,623 milhões de hectares para 5,632 milhões de hectares, aumento de 1% ante o ciclo anterior. Agora, o Deral espera que o rendimento médio alcance 3,726 t/ha, ante 3,700 t/ha previstos em outubro - alta de 5,3% frente ao ciclo passado.

No caso do milho verão 2021/22, o Deral elevou a estimativa de produção em 57 mil toneladas de 4,136 milhões de toneladas para 4,193 milhões de toneladas - segundo aumento consecutivo. Se confirmado, o volume será 35% superior ao colhido em 2020/21. A área plantada também foi revisada para cima, de 423,7 mil hectares para 430 mil hectares, aumento de 15% ante 2020/21. Já a produtividade média esperada do milho de primeira safra foi reduzida pelo Deral de 9,762 t/ha para 9,752 t/ha no ciclo atual, aumento de 16,6% ante a temporada anterior.

Para o feijão, o Deral elevou a estimativa de área plantada, de 139,2 mil hectares para 140,1 mil hectares (queda anual de 8%), e aumentou a previsão de produção de 274,5 mil toneladas para 276,2 mil toneladas (alta de 7% ante 2020/21).

Safra 2020/21 - O Deral também revisou as estimativas para a safra de grãos de inverno 2020/21, que foi colhida recentemente. Para o milho safrinha, o Deral reduziu a estimativa de produção em 45 mil toneladas, de 5,796 milhões de toneladas projetadas em setembro para 5,751 milhões de toneladas. Se confirmado, o volume será 53% menor que o colhido na temporada anterior, de 12,17 milhões de toneladas. A produtividade média também foi reduzida, de 2,676 toneladas por hectare para 2,658 toneladas por hectare, quebra de 49% na comparação entre as temporadas (5,17 toneladas por hectare em 2020/21).

No trigo, o Deral reduziu a estimativa de produção em 27 mil toneladas de 3,239 milhões de toneladas para 3,212 milhões de toneladas. Apesar da redução, o volume ainda é 1% maior que o ciclo anterior, quando foram colhidos 3,19 milhões de toneladas. O rendimento foi revisado para 2,667 toneladas por hectare, ante 2,695 toneladas por hectare projetado em outubro e recuo de 5,5% na comparação entre as temporadas. Ambos os cereais foram prejudicados por estiagem e geadas durante o desenvolvimento das lavouras.

Contato: isadora.duarte@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos