Agronegócios
08/11/2018 12:18

CBOT: grãos tendem a abrir em alta com melhora na demanda externa


São Paulo, 08/11/2018 - Os contratos futuros de grãos devem começar o pregão operando no campo positivo nesta quinta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT). Traders devem orientar as negociações baseados nos dados semanais de exportação dos Estados Unidos (EUA), divulgados há pouco pelo Departamento de Agricultura do país (USDA). Investidores monitoram também o relatório mensal de oferta e demanda global de grãos, que será divulgado às 15h pelo USDA.

A soja deve abrir em alta, apesar da queda nas vendas semanais, o volume apresentou melhora quando comparado à media das últimas quatro semanas. O USDA informou que exportadores do país venderam 388,4 mil toneladas de soja da safra 2018/19, já descontados os cancelamentos, na semana encerrada em 1 de novembro. O volume é 2% menor que o exportado na semana anterior, mas alta de 16% em relação a média das últimas quatro semanas. Para a safra 2019/20, foram vendidas 3 mil toneladas para o Japão. A soma das duas safras, que totaliza 391,4 mil toneladas, ficou abaixo das estimativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 500 mil toneladas a 750 mil toneladas.

O milho deve abrir em alta, com melhora na demanda externa pelo cereal norte-americano. Exportadores dos Estados Unidos venderam 701,5 mil toneladas de milho da safra 2018/19, já descontados os cancelamentos, na semana encerrada em 1 de novembro, informou há pouco o USDA. O resultado representa aumento de 78% ante a semana anterior e de 32% em relação a média das últimas quatro semanas. O volume ficou dentro das estimativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 350 mil a 1 milhão de toneladas. O USDA não informou vendas de milho da temporada 2019/20 na semana.

Na mesma direção, o trigo deve abrir em alta, com vendas superiores às projetadas pelos analistas. O USDA informou que exportadores dos Estados Unidos venderam 661,2 mil toneladas de trigo da safra 2018/19, já descontados os cancelamentos, na semana encerrada em 1 de novembro. O resultado representa aumento de 14% ante a semana anterior e de 47% em relação à média das últimas quatro semanas. O volume ficou acima das estimativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que projetavam vendas de 350 mil a 550 mil de toneladas. O USDA não informou vendas de trigo da temporada 2019/20 na semana.

No overnight, o vencimento janeiro da soja subiu 2,50 cents (0,28%), a US$ 8,8200 por bushel. O milho para dezembro avançou 1,25 cent (0,34%), a US$ 3,7350 por bushel, enquanto igual vencimento do trigo subiu 1,50 cent (0,29%), a US$ 5,1175 por bushel. (Isadora Duarte, isadora.duarte@estadao.com, com informações da Dow Jones Newswires)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos