Economia & Mercados
09/06/2021 16:41

Ex-CEOs de Volkswagen e de subsidiária vão compensar montadora por escândalo


A Volkswagen anunciou nesta quarta-feira que o seu ex-CEO Martin Winterkorn e o ex-chefe executivo da subsidiária Audi Rupert Stadler vão pagar à empresa controladora compensações de 11,2 milhões de euros e 4,1 milhões de euros, respectivamente, como parte de um acordo relacionado ao escândalo da fraude nas emissões de diesel da montadora alemã, descoberta em 2015 e que custou bilhões à Volkswagen.

Segundo a companhia, Winkerton e Stadler violaram deveres ao não "esclarecerem de forma abrangente e imediata as circunstâncias por trás do uso de funções de software ilegais" em alguns carros movidos a diesel entre 2009 e 2015.

Além das compensações, a Volkswagen receberá 270 milhões de euros de seu seguro de responsabilidade de diretores e executivos.

A soma total do acordo firmado entre as partes é de 288 milhões de euros.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos