Economia & Mercados
08/11/2018 19:23

Tenda: lucro líquido vai a R$ 64,4 milhões no 3º trimestre, expansão de 109,8%


A Tenda, construtora e incorporadora com foco no Minha Casa Minha Vida (MCMV), fechou o terceiro trimestre de 2018 com lucro líquido de R$ 64,4 milhões, 109,8% mais do que no mesmo período de 2017, segundo balanço publicado nesta quinta-feira, 8.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado somou R$ 82,7 milhões, 70,1% mais na mesma base de comparação. A margem Ebitda cresceu 4,5 pontos porcentuais, para 17,9%.

A receita líquida totalizou R$ 461,5 milhões, crescimento de 27,7%.

O crescimento do lucro da Tenda é reflexo do aumento dos lançamentos e vendas nos últimos trimestres, levando à ampliação da receita e à diluição de despesas.

Em seu balanço, a Tenda anunciou a decisão de deixar de fora de suas operações a região de Belém, optando por não realizar a terceira fase de um empreendimento remanescente na região. Dessa forma, a empresa reconheceu R$ 18,0 milhões referentes ao custo incorrido da fase não entregue.

Essa medida provocou um recuo na margem bruta ajustada do terceiro trimestre, que foi a 35,0%, ante 39,8% no mesmo período do ano anterior. O valor do terreno ainda não teve sua destinação definida e permaneceu no balanço.

A Tenda reportou ainda geração de caixa de R$ 72,5 milhões, queda de 12,9% na comparação anual.

A dívida líquida foi a R$ 306,2 milhões, recuo de 19,3% na comparação anual. A alavancagem (relação entre dívida e patrimônio líquido) subiu de 22,8% para 25,1%.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos