Economia & Mercados
09/07/2019 13:58

Em seu maior acordo já feito, IBM adquire Red Hat por US$ 34 bilhões


A International Business Machines (IBM) concluiu a aquisição por quase US$ 34 bilhões da companhia de software de fonte aberta Red Hat, informou a própria IBM nesta terça-feira. O negócio é sem precedentes para a gigante de tecnologia de 108 anos e pode ajudar a definir o legado da executiva-chefe Ginni Rometty.

Com a Red Hat, o acordo mais caro na história da IBM, a empresa espera ganhar vantagem sobre concorrentes na computação em nuvem - uma modalidade em que usuários armazenam informação remotamente, em vez de utilizar o espaço de suas próprias máquinas. A IBM foi pioneira nessa frente há mais de uma década, mas acabou atrás da Amazon e da Microsoft nesse mercado agora em ascensão.

A estratégia da IBM tem sido se aproximar de empresas que querem usar a nuvem, mas manter dados mais sensíveis protegidos em seus computadores internos, um modelo chamado de "nuvem híbrida". A Red Hat, que tem milhares de companhias entre seus clientes, se encaixa nessa estratégia. Os EUA aprovaram o negócio em maio e a União Europeia, no mês passado. A IBM havia anunciado a aquisição em outubro passado e pagou US$ 190 por ação para adquirir os papéis disponíveis da Red Hat. Fonte: Dow Jones Newswires.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos