Economia & Mercados
13/01/2018 11:51

Jungmann diz a representantes da Boeing que defende parceria, mas sem mudar controle da Embraer


Brasília, 13/01/2018 - O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse a representantes da americana Boeing que defende a parceira entre as duas companhias, desde que não seja colocada à mesa de negociações a questão do controle acionário da empresa brasileira. O ministro afirmou que a parceria entre as duas fabricantes de aviões é importante para as duas empresas e que as companhias precisam ser criativas nesse esforço de sinergia, mas também não detalhou em que pontos poderia acontecer.

No mês passado, o presidente da República, Michel Temer, já havia afastado a possibilidade de o controle acionário da Embraer ser transferido para a Boeing na negociação. "Toda parceria é bem-vinda. O que não está em cogitação é a transferência do controle", disse Temer.

Na reunião estavam presentes Greg Smith, CFO (chief of financial officer) e vice-presidente de desempenho empresarial e estratégico; Travis Sullivan, vice-presidente de cooperação estratégica; Ray Conner, presidente comercial, e a presidente da Boeing para América Latina, Donna Hrinak.

Além de Jungmann, também participaram da reunião, o comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato; o secretário de Produtos de Defesa, Flávio Basílio; o secretário de Economia e Finanças da FAB, José Magno Araújo; e o diretor de Economia e Finanças da FAB, Heraldo Luiz Rodrigues. (Tânia Monteiro)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos