Economia & Mercados
05/10/2021 15:28

Bancos precisam considerar riscos e clima é um deles, diz representante do Fed


O vice-presidente para Supervisão do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Randal Quarles, afirmou que os bancos precisam considerar riscos substanciais para seus negócios e que as mudanças climáticas fazem parte dessa lista. "Precisamos de um quadro melhor para entender como os riscos climáticos impactam a estabilidade financeira", disse o dirigente em evento da Associação de Finanças Estruturadas.

Quarles ainda pontuou a necessidade de se garantir que o sistema financeiro se prepare para possíveis efeitos do clima.

Transição de taxa

Ele disse ainda ser "essencial" que os mercados de capitais e derivativos façam a transição da taxa Libor (taxa interbancária de Londres) para a Secured Overnight Financing Rate (taxa de financiamento garantida overnight, ou SOFR na sigla em inglês).

No evento da Associação de Finanças Estruturadas, Quarles afirmou que o "reinado da taxa Libor terminará em breve e não irá voltar".

De acordo com o dirigente, diversas empresas pediram mais tempo para avaliar taxas alternativas em potencial.

"Não há mais tempo", disse Quarles. "Bancos não encontrarão a Libor disponível para uso após o fim do ano, não importa quão descontentes estejam com suas opções para substituí-la."

Ao fim do discurso, Quarles enfatizou que os participantes do mercado precisam estar prontos para parar de usar a Libor ainda em 2021.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos