Economia & Mercados
14/03/2019 10:53

Lucro da Hapvida cresce 35,1% e atinge de R$ 234,1 milhões no 4º trimestre


A empresa de saúde Hapvida, de assistência médico-hospitalar e odontológica, apresentou lucro líquido de R$ 234,1 milhões no quarto trimestre, 35,1% acima do mesmo período de 2017. No ano, foi a R$ 788,3 milhões, o que representa um aumento de 21,2% sobre o ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no critério ajustado cresceu 2,9% no comparativo trimestral, para R$ 270,0 milhões, com margem de 22,3%, abaixo de 25,1% no quarto trimestre de 2017. No acumulado de 2018 somou R$ 990,2, 11,1% superior, com margem de 21,6%, também menor que a de 23,2% no ano anterior.

A justificativa para o ajuste é que "a companhia entende que a receita financeira de aplicações relacionadas aos ativos garantidores, bem como a receita por recebimento em atraso e eventuais descontos concedidos a clientes são parte integrante da operação, devendo, portanto, ser considerados no cálculo do Ebitda ajustado", além de eventos não recorrentes.

Sem ajustes, o Ebitda ficou em R$ 230,8 milhões no quarto trimestre, contra R$ 240,1 milhões no mesmo período do ano anterior, com margem de 19,1%, ante 23% antes. Já no ano foi de R$ 913,0 milhões, 10,7% maior do que em 2017, e margem de 20,0%, uma redução de 1,5 ponto porcentual.

A receita líquida cresceu 16,1%, para R$ 1,211 bilhão no quarto trimestre e 18,9% no exercício anual, para R$ 4,575 bilhões.

O resultado financeiro teve altas de 125,9% e 54,0% nos comparativos trimestral e anual, com cifras positivas de R$ 53,7 milhões e R$ 171,8 milhões, respectivamente, "principalmente influenciado pelo ingresso líquido de aproximadamente R$ 2,53 bilhões em recursos oriundos da oferta pública primária de ações ocorrida no segundo trimestre de 2018", explica o relatório que acompanha o demonstrativo financeiro.

A administração destaca ainda que, ajustando o patrimônio líquido por essa entrada de recursos do IPO, "a companhia apresentou uma melhora de 2,8 p.p. no ROE (retorno) para 65,0% em 2018, e permanece como uma das empresas mais rentáveis do país."
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos