Economia & Mercados
03/10/2023 13:35

Ligga vai ativar 5G para empresas na zona franca de Manaus


A Ligga (antiga Copel Telecom) vai começar em novembro a ativação do sinal 5G para uso exclusivo de empresas do Distrito Industrial I, na zona franca de Manaus - um dos principais polos industriais do País. A operadora vai instalar 20 estações rádio base em postes de luz, cobrindo uma área onde existem cerca de 400 empresas.

A tecnologia usada será a FWA (acesso fixo sem fio, na sigla em inglês). Ela vai irradiar o sinal de internet a partir das estações colocadas nos postes, de modo semelhante a um modem Wi-Fi. A iniciativa tem apoio da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam).

O diretor comercial da Ligga, Ricardo Montanher, conta que os primeiros contratos da operadora com as indústrias locais já estão em negociação. "É um negócio de extrema importância. Primeiro por estarmos indo para uma região nova e com uma grande concentração de indústrias. Em segundo, pela expansão de uma tecnologia disruptiva, que é o 5G", diz, em entrevista.

A iniciativa tem como pano de fundo a corrida das operadoras para ganhar clientes empresariais com a oferta do 5G.

A nova geração de internet tem velocidade mais rápida, menor tempo de resposta e possibilidade de conexão de vários dispositivos ao mesmo tempo - o que ajudará na automação dentro das fábricas, bem como em atividades de outros setores, como logística, agronegócio e infraestrutura, por exemplo.

A cidade de Manaus já é atendida pelo 5G há cerca de um ano, com o sinal ativado por TIM, Claro e Vivo como parte das obrigações assumidas após arrematarem as frequências no último leilão promovido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O que a Ligga está fazendo de diferente agora é oferecer o acesso à nova geração de internet por meio de uma rede FWA exclusiva, o que aumenta a segurança para empresas e diminui o risco de intermitência no sinal.

A Ligga arrematou o lote do 3,5 GHz para atuação prioritária no segmento corporativo em São Paulo, Paraná e Região Norte. A operadora é uma das estreantes no 5G, assim como a Brisanet e a Unifique, que também saíram entre as vencedoras do último leilão de frequências.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso