Economia & Mercados
20/04/2021 20:06

CVM fecha acordo de R$ 645 mil com diretores de Americanas e B2W


A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fechou um acordo no valor total de R$ 645 mil para encerrar um processo administrativo sancionador em curso contra os diretores de Relações com Investidores da Lojas Americanas, Carlos Eduardo Rosalba Padilha, e da B2W, Fábio da Silva Abrate.

Os executivos foram acusados por não terem divulgado via fato relevante prévia ou simultaneamente à divulgação de informações a analistas e agentes de mercado convidados para o evento anual "Investor Day", em 6 de dezembro de 2019. Os dados foram arquivados na CVM horas após o evento e por meio de comunicado ao mercado.

A área técnica da CVM questionou a opção das companhias já que a apresentação intitulada "sonho de crescimento", trazia planos de crescimento para os próximos três anos. Havia projeções como o aumento da base de clientes, de 38 milhões para 46 milhões, até 2022, assim como de incremento de transações e frequência de compras. Os dados apresentados no evento mexeram com os papéis das companhias na bolsa.

Após negociações com o Comitê de Termo de Compromisso (CTC) da CVM, Padilha e Abrate se comprometeram a pagar, respectivamente, R$ 300 mil e R$ 345 mil ao órgão regulador do mercado de capitais. O colegiado aprovou a proposta. O acordo impede que o caso seja levado a julgamento.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: