Política
13/10/2017 08:37

Prefeito de Milão diz que declarações de Battisti ao Estado são "tolas"


Milão, 13/10/2017 - Em uma entrevista coletiva para a imprensa italiana ao lado do prefeito de São Paulo, João Doria, o prefeito de Milão, Giuseppe Sala, disse na manhã dessa sexta-feira, 13, que considerou "tolas" as declarações do italiano Cesare Battisti ao Estado, de que a extradição equivaleria a uma pena de morte.

"Quando digo que a extradição tem que ser o mais rápido possível é porque as últimas declarações dele são tolas e me deixaram mais perplexo", disse Sala.

Battisti, que foi condenado na Itália a prisão perpétua pelo assassinato de quatro pessoas, aguarda no Brasil uma decisão do governo Michel Temer sobre sua situação.

Ao lado de Sala, Doria, que concedeu entrevista em italiano, cobrou a extradição do governo brasileiro.

"O governo brasileiro não deve dar proteção à criminosos. Battisti deve cumprir pena na Itália", disse o prefeito. (Pedro Venceslau, enviado especial)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos