Política
16/05/2018 19:55

PSDB articula lançamento dia 29 de manifesto em defesa de 'polo democrático e reformista'


São Paulo, 16/05/2018 - O PSDB articula com outros partidos o lançamento, no próximo dia 29, de um manifesto em defesa de um "polo democrático e reformista". O movimento foi lançado pelo secretário-geral do PSDB, deputado Marcus Pestana (MG), e pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que é um dos responsáveis pelo programa de educação de Alckmin.

O texto final, que está pronto, já conta com as assinaturas do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A ideia, segundo Pestana, é coletar pelo menos mais 40 assinaturas de políticos de diferentes partidos, além de intelectuais, economistas e lideranças.

O projeto de montar um palanque único para enfrentar a esquerda nas eleições foi debatido na semana passada em um jantar na casa do deputado Heráclito Fortes (DEM-PI).

Além dele, também estavam presentes o ministro da Segurança Pública, Raul Jungman (PPS-PE), o ex-ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), os deputados Jarbas Vasconcelos (MDB-PE), Danilo Fortes (DEM-CE), José Carlos Aleluia (DEM-BA), Benito Gama (PTB-BA), Tadeu Alencar (PSB-PE) e Pestana.

"Essa é uma iniciativa de parlamentares chamando a atenção para a necessidade de unir o centro e mostrando os riscos da fragmentação", disse o deputado Silvio Torres (SP), tesoureiro do PSDB e aliado de Alckmin.

O texto diz que a eleição de 2018 se apresenta como a mais complexa e "indecifrável" de todo o período da redemocratização". "Tudo que o Brasil não precisa, para a construção de seu futuro, é de mais intolerância, radicalismo e instabilidade".

Em outro trecho, o manifesto prega que o bloco deve agregar "liberais, democratas, social-democratas, democratas-cristãos e socialistas-democráticos, numa discussão "franca e aberta".

O manifesto prega, ainda, a "busca incansável do equilíbrio fiscal, a luta contra todas as formas de corrupção, a defesa intransigente da liberdade e da democracia , reconstrução da Federação, com uma radical descentralização, fortalecendo o poder local e regional, e a mudança estrutural de nosso sistema tributário". (Pedro Venceslau)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos