Política
17/05/2018 13:02

Temer: Até pouco tempo atrás se fazia uma federação de fachada


Brasília 17/05/2018 - O presidente Michel Temer criticou nesta quinta-feira o que chamou de "federação de fachada" praticada, segundo ele, por governo anteriores à sua gestão. Em cerimônia no Palácio do Planalto, para assinatura de contratos de saneamento Integrado, Temer disse que a União só será forte se os Estados e municípios também forem.

"Desde o primeiro momento, pregamos a necessidade do reforço da federação brasileira. Até pouco tempo atrás se fazia uma federação de fachada. Este ato tem a dimensão de dizer que a União só será forte se estados e municípios também forem fortes", afirmou.

Como exemplo da questão da federalização, Temer citou ação do governo federal que retirou municípios da inadimplência com a Previdência Social. O presidente explicou que a inadimplência representava um entrave para ações de gestão das prefeituras.

"Os municípios eram devedores da Previdência Social e inadimplentes. Nós conseguimos partilhar em 240 meses o pagamento da Previdência Social. De inadimplentes, os municípios se tornaram adimplentes", explicou. Participaram da cerimônia também o ministro das Cidades, Alexandre Baldy (PP-GO), e o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. (Renan Truffi)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos