Política
27/11/2019 17:58

Lula é condenado em 2ª instância no caso do sítio e pena sobe para 17 anos e 1 mês


São Paulo, 27/11/2019 - Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) decidiram nesta quarta-feira, 27, elevar a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do sítio de Atibaia - no qual o petista foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão - para 17 anos e um mês.

O julgamento chegou a ser suspenso, foi remarcado, e depois mantido por ordem do ministro do STF Edson Fachin. O primeiro a concluir seu voto foi o desembargador João Pedro Gebran Neto, que negou todas as preliminares e o pedido de anulação da sentença de Lula.

Gebran Neto, Leandro Paulsen e Thompson Flores decidiram manter a condenação do ex-presidente e elevar sua pena para 17 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Lula seguirá em liberdade, mas foi condenado ainda ao pagamento de R$ 870 mil. (O Estado de S. Paulo)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos