Política
13/02/2020 12:16

Por fala sobre empregadas domésticas, Guedes lidera os trending topics do Twitter


Por Gabriel Caldeira

São Paulo, 13/02/2020 - A declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que a cotação baixa do dólar ante o real não é boa pois até "empregada doméstica estava indo pra Disneylândia" repercutiu entre deputados e lideranças da oposição, o que fez o nome do ministro liderar os trending topics do Twitter na manhã desta quinta-feira, 13.

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva esteve entre os que criticaram Guedes nas redes sociais. Segundo ele, o ministro faz parte de um grupo de pessoas que "não suporta nem a ascensão social dos mais pobres, nem o desenvolvimento soberano do Brasil", se referindo aos membros do governo Bolsonaro. Na mesma linha de Lula, se manifestaram correligionários do ex-presidente como os parlamentares Erika Kokay (DF), Paulo Pimenta (RS) e Alexandre Padilha (SP).

Do Congresso, o deputado do PSOL eleito pelo Rio de Janeiro, Marcelo Freixo, gravou um vídeo na noite de ontem, 12, em que chamou Guedes de "parasita". Segundo ele, a fala do ministro representa um "pensamento de dono de escravos, elitista e covarde". Na manhã de hoje, ele ainda tuitou que "Paulo Guedes está numa disputa acirrada com Weintraub pelo título de ministro mais nojento deste governo de parasitas". A deputada Tabata Amaral (PDT-SP) concordou com Freixo ao afirmar que a fala de Guedes "revela seu preconceito, racismo e sua visão de senhor da senzala".

Dentre os membros do governo, o único que prestou apoio ao ministro da Economia foi o titular da pasta de Meio Ambiente, Ricardo Salles. "Meu carinho, admiração, respeito e incondicional apoio ao amigo e Ministro Paulo Guedes. Melhor ministro da economia do mundo. Pessoa séria, espontânea e que por sua pureza de caráter ainda não compreendeu que tudo que disser será distorcido e maliciosamente manipulado", escreveu Salles, sem explicar qual aspecto da fala de Guedes foi distorcida.

Contato: gabriel.caldeira@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos