Releases
22/09/2020 12:22

PIX: menos taxas e mais dinheiro no bolso do empreendedor


São Paulo--(DINO - 22 set, 2020) -
A partir de 16 de novembro, o Banco Central vai disponibilizar a plataforma de pagamentos instantâneos PIX. Com ela, pessoas e empresas poderão realizar transações financeiras usando seus smartphones em questão de segundos, 24h por dia, sete dias por semana. Isto significa que, com o passar do tempo, o dinheiro em espécie, cartão de débito, TED e até boleto serão, inevitavelmente, aposentados como instrumentos para fazer negócios. 

Porém, essa tecnologia vai muito além de um simples meio de pagamento novo. O PIX é, sobretudo, uma plataforma de impulsionamento dos negócios, pois pagando menos taxas, sobra mais dinheiro no bolso do empreendedor ou empresário, que pode investir mais em seu business. Na venda de um produto ou serviço, por exemplo, o dinheiro é liquidado  em tempo real na conta corrente da sua empresa, sem a necessidade de pagar intermediários.   


Para oferecer essa nova forma de pagamento para os clientes, a empresa precisa ter uma conta em uma instituição financeira, cooperativa ou empresa de meios de pagamento, que esteja participando do ecossistema do Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) do Bacen, como é o caso do BS2. Na plataforma que foi construída é possível receber pagamentos via Pix, seja por meio do Internet Banking, seja através de APIs.


A solução do PIX do BS2 também atende aos Participantes Indiretos, especialmente as e-wallets, que precisam conectar suas contas transacionais ao ecossistema do Bacen. Foi desenvolvido uma plataforma tecnológica totalmente personalizável para a empresa contratante, que garante a segurança requerida para este tipo de transação, com tecnologia de alta performance para fazer a conexão entre todas as pontas: empresas, clientes e o sistema do Bacen.


A expectativa do regulador é que a adesão do PIX seja rápida e irrestrita, uma vez que mais de 70% da população já possui um smartphone. A tecnologia de pagamento instantâneo será responsável por 15% de todas as transações do BS2 nos próximos anos.  


Enfim, será inevitável a mudança de paradigmas no mercado financeiro e o ecossistema do PIX tende a tornar o ambiente de negócios no País cada vez mais plural e competitivo, de forma que os principais diferenciais das empresas sejam a qualidade dos serviços, produtos agregados e um atendimento ao cliente - e não mais os preços.


Fernando Radunz – CIO do Banco BS2



Website: https://www.bancobs2.com.br/

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos