Releases
23/09/2020 13:32

Mercado hoteleiro inicia retomada das atividades e expansões de unidades surgem como estratégia


São Paulo, SP--(DINO - 23 set, 2020) -
O mercado hoteleiro está sendo um dos segmentos mais afetados pela pandemia do Coronavírus. Órgãos do setor estimam R$ 14 bilhões de prejuízo, ao mesmo tempo que hotéis, hotéis-fazenda, resorts e pousadas tiveram que fechar as portas esse ano. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH), normalmente, o segmento oferece mais de 1,3 milhão de empregos diretos e 675 mil indiretos, gerando cerca R$ 31,8 bilhões para a economia nacional.


As unidades da rede francesa de hotéis B&B Hotels, no Brasil desde 2016, tiveram as atividades voltados ao público em geral temporariamente suspensas em Março, buscando adaptações e reabrir com os protocolos de segurança e higiene atendidos. Como forma de contribuir no combate à COVID-19, a marca disponibilizou os hotéis para os órgãos de saúde neste período de fechamento para o público. Passados quase 6 meses, a marca, que retornou otimista, reforçou nos últimos dias os detalhes das reaberturas de suas unidades, que passaram por constantes processos de auditoria junto ao órgão Bureau Veritas e conseguiram o selo Safeguard. A rede informou que a próxima unidade que passará pelo processo de certificação será o B&B Hotels São Paulo Luz - Centro, que reabriu há poucos dias. Com unidades no Rio de Janeiro, São Paulo, São José dos Campos e em Uberlândia, a rede já planeja um plano de expansão, almejando ter 20 novos hotéis no Brasil até 2025, além da ampliação do grupo globalmente.


“O mercado hoteleiro está sendo diretamente impactado pela pandemia e sabemos que, neste momento de retomada de nossas unidades, os protocolos de proteção, como o selo Safeguard, são essenciais para entregar a segurança necessária aos hóspedes”, afirma Olivier Coustet CEO da B&B Hotels Brasil.


Além da menor ocupação e a queda no faturamento nos últimos meses, o mercado hoteleiro precisou se reinventar para atrair de volta o público. Entre as diversas ações anunciadas, a rede B&B Hotels apostou na estrutura dos hotéis para atingir as pessoas que estão em home office, mas querem realizar reuniões, receber clientes ou apenas escapar de casa: o room office. No caso, as camas são removidas e substituídas por componentes de escritórios, como mesas.


“O momento é de cuidado e atenção a todas as medidas de higiene recomendadas e de apoio para a retomada econômica. Por isso nosso compromisso em relação a esse assunto está sendo rigorosamente cumprido: abrir nossas portas, mostrar aos hóspedes que eles estão protegidos conosco e que podem contar com a gente para se hospedarem de forma segura, independentemente da finalidade”, complementa Coustet.



Website: https://www.hotelbb.com.br/

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos