PR Newswire Economia
06/11/2019 07:00

Cinco respostas sobre o segmento de meios de pagamento que você precisa saber


Cinco respostas sobre o segmento de meios de pagamento que você precisa saber

PR Newswire


RIO DE JANEIRO, 6 de novembro de 2019 /PRNewswire/ -- O segmento de meios de pagamento vai muito bem, obrigado. De acordo com dados da Abecs, associação que representa o setor de meios eletrônicos de pagamento, os brasileiros movimentaram R$ 416 bilhões com cartões no primeiro trimestre de 2019, crescimento de 17% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O volume transacionado equivale a quase um quarto (24,3%) do PIB Nacional (Produto Interno Bruto) do mesmo período.


GoldPay


Mesmo sendo um mercado em franca expansão, ainda há espaço para avançar. A expectativa é que a participação dos meios eletrônicos de pagamento suba dos atuais 38,3% de participação no consumo das famílias para 60% até 2022.


Na onda deste crescimento estão as empresas que fornecem serviços financeiros para os POS ? como são chamadas as maquinhas de cartão. Mesmo com novas tecnologias de pagamento, é por elas que ainda são feitas grande parte das transações efetuadas nos estabelecimentos. Não à toa, até o fim de 2017, a Abecs tinha registrado 5,1 milhões de maquininhas em todo o País, já no balanço do ano passado, o montante saltou para 9,3 milhões.  


Eduardo Braule- Wanderley, de 47 anos, fundador do Grupo PetraGold, que atua no setor de serviços financeiros, com sede no Rio de Janeiro, explica como o segmento deve se portar nos próximos cinco anos. Para ele, com a pulverização do setor (que ganha cada vez mais empresas), a disputa continuará acirrada, o que demandará, mais do que nunca, a busca por novidades para se destacar perante tamanha concorrência.


O executivo explica, porém, que as maquininhas de cartão são só um instrumento de uso e que as tecnologias de pagamento devem mudar muito daqui em diante. "O mercado é de meios de pagamento, maquininhas são só uma das ferramentas disponíveis. Tanto faz se você compra pelo computador, pelo aplicativo do celular ou por uma maquininha de cartão, o processamento é o mesmo. Por isso, não podemos nos prender às tecnologias, mas sim à essência do negócio".


A Petra Gold, fundada em 2016, atua na área de serviços financeiros, gestão de investimentos, câmbio, seguros, meios de pagamento, com a marca Goldpay, e a plataforma GoldPlus, para a venda de serviços financeiros, por meio do modelo de franquias. Confira abaixo:


Quais meios de pagamentos serão mais demandados pelo consumidor na hora de pagar as contas nos estabelecimentos?


Cada vez mais os meios eletrônicos crescerão no mercado, deixando o papel moeda para trás, e cito o papel moeda porque ele ainda é um importante instrumento, que responde por um enorme percentual do mercado. No entanto, essa troca não se dará necessariamente por cartões de plástico, mas a tendência é que sejam usados cada vez mais os meios eletrônicos, com o uso intensivo do celular como ferramenta para viabilizar o pagamento, que é o que já ocorre em países onde a tecnologia de meios de pagamentos está mais avançada.


Quais serviços devem se tornar ainda mais importantes para os comerciantes médios e pequenos?


Junto com as tecnologias de meios de pagamento, começamos com o serviço mais básico, que é o serviço de antecipação do recebível do cartão, que é aonde está um dos maiores fronts de batalha desse mercado. Mas essa estratégia tem limite, então acredito que a tendência é o fornecimento de serviços agregados às máquinas de cartões. Hoje já vemos uma proliferação de contas digitais e cartões pré-pagos, sejam de bancos ou de empresas de serviços financeiros, o que já é ótimo, mas futuramente a tendência é que outros serviços sejam agregados, como seguros e assistências.


E quais para os consumidores?


Para os consumidores, além de ter várias opções de instrumentos de pagamento, como aplicativos, cartões por aproximação e relógios que efetuam pagamento, que já estão no mercado, a tendência é que possam desfrutar de uma oferta maior de serviços que poderão ser comprados via terminal, como é o caso dos seguros.


A competitividade do setor deve aumentar ainda mais nos próximos anos?


Muito. Desde que o mercado foi liberado para a concorrência, começou uma verdadeira corrida do ouro, afinal, estamos falando de um mercado que chega na cifra do trilhão. Qualquer participação mínima que seja é bilionária. Futuramente pode até haver uma consolidação, com empresas comprando outras, mas acredito que esta competição acirrada ainda vai durar muito tempo.


Como devem ficar as maquininhas de cartão com a inteligência artificial?


Com uma integração cada vez maior com o celular, a ponto de em muitos casos não serem necessárias as maquininhas. O mercado é de meios de pagamento, maquininhas são só uma das ferramentas disponíveis. São parte do mesmo fenômeno do e-commerce, não podemos pensar as duas coisas de maneira separada. Tanto faz se você compra pelo computador, pelo aplicativo do celular ou por uma maquininha de cartão, o processamento é o mesmo. Por isso não podemos nos prender às tecnologias, mas sim à essência do negócio.


Sobre o Grupo Petra Gold


O Grupo Petra Gold, que atua com serviços financeiros, foi fundado, em 2016, pelo empresário Eduardo Braule-Wanderley, no Rio de Janeiro. A primeira atividade do grupo foi o fomento mercantil, com serviços de antecipação de recebíveis para pessoas jurídicas. Dois anos depois, ampliou sua participação no segmento com a abertura de uma corretora de seguros.


Em 2019, o grupo passou a atuar com uma gestora de investimentos e lançou duas plataformas. A GoldPay, para o oferecimento de serviços de meios de pagamento voltados para o pequeno e médio varejista, e a GoldPlus para a venda de serviços financeiros, por meio do modelo de franquias online. Dentre as ferramentas que são ofertadas pelos franqueados estão: conta digital para pessoas físicas e jurídicas, assistência funeral, auto, saúde e residencial. www.petragold.com.br


Foto: https://mma.prnewswire.com/media/1023770/GoldPay.jpg


FONTE Grupo PetraGold

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos