Política
09/01/2019 13:11

Marinha/Ilques: Bolsonaro disse que base militar dos EUA não está na pauta


BRASÍLIA, 9/1/2019 - O novo comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa Junior, afirmou há pouco que o presidente Jair Bolsonaro tirou de pauta a instalação de uma base militar dos Estados Unidos no Brasil. "Com relação ao assunto base militar, o senhor presidente já falou que não está na pauta. Esse é um tema do âmbito político, e o meu âmbito é o preparo e emprego da força", afirmou o almirante, nomeado hoje durante cerimônia no Clube Naval, em Brasília.

"Na verdade, esse assunto o Congresso Nacional, sua excelência o presidente da República conduz no nível político, nós conduzimos no nível Forças Armadas e isso está sendo feito." O almirante Ilques disse que a Marinha já tem parceria militar com os Estados Unidos e que, portanto, esse "não é um tema que se impõe".

Ele citou operações conjuntas com a armada dos EUA por meio da 4ª Esquadra, vinculada ao Comando Sul americano, responsável pela área do Caribe e América do Sul. O general enumerou missões nos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. O comando americano enviou representante para a cerimônia de posse de Ilques. "Nós operamos com a marinha dos Estados Unidos, a inglesa, a italiana, marinhas que estão conosco há muitos e muitos anos", afirmou o comandante.

Alcântara. O almirante afirmou que considera de suma importância a exploração comercial da base de lançamentos espaciais de Alcântara (MA) com os Estados Unidos e qualquer país que deseje usar o ponto. Os Estados Unidos negociam um acordo de salvaguardas tecnológicas com o Brasil para explorar a base brasileira - que depende de aprovação no Congresso Nacional. "Estamos lutando para recuperar um tempo perdido muito grande", disse Ilques. "A exploração comercial da base de Alcântara interessa à ciência e aos brasileiros".(Felipe Frazão e Julia Lindner)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos