Agronegócios
09/02/2018 11:55

Biosev/Rui Chammas: companhia trabalha na redução de custo e aumento de competitividade


Ribeirão Preto, 9/2/2018 - O presidente da Biosev, Rui Chammas, afirmou há pouco, em teleconferência sobre o resultado da companhia no terceiro trimestre de 2017/18 (3T18), que a empresa "segue trabalhando em redução de custo e aumento de competitividade". No balanço, divulgado ontem, a Biosev reportou prejuízo líquido de R$ 278,686 milhões no período, entre outubro e dezembro, deste ano. O resultado reverteu lucro de R$ 42,787 milhões registrado em igual período do ciclo anterior. No acumulado dos nove meses de safra, a Biosev relatou prejuízo de R$ 823,141 milhões, alta de 186,8% sobre os R$ 287,002 milhões de igual período de 2016/2017.

Já o diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Biosev, Paulo Prignolato, afirmou que o impacto maior no resultado foi "um efeito não caixa de variação cambial" negativo em mais de R$ 230 milhões no período. Além disso, a companhia repassou R$ 173 milhões a acionistas antigos da companhia em recursos recebidos por ação judicial contra o Instituto do Açúcar e Álcool (IAA).

Prignolato destacou que a companhia conseguiu reduzir a alavancagem medida em dívida líquida versus Ebitda ajustado de 3,8 vezes para 3,4 vezes entre setembro e dezembro de 2017 e que continua com o apoio dos bancos na renovação de linhas de financiamento do seu passivo. "A companhia tem montante em caixa para pagamentos de dívidas no curto prazo", informou. (Gustavo Porto - gustavo.porto@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos